ÚLTIMAS NOTÍCIAS /

CRIANÇAS A PARTIR DE SEIS MESES DEVEM SER VACINADAS CONTRA O SARAMPO EM IGUARAÇU

Segunda-feira, 26 de agosto de 2019

Visualizada 41 vezes


#Saúde

CRIANÇAS A PARTIR DE SEIS MESES DEVEM SER VACINADAS CONTRA O SARAMPO EM IGUARAÇU

A nova instrução do Ministério da Saúde indica que crianças entre seis e onze meses de idade devem receber a dose zero da vacina contra o sarampo. Além desta dose, as crianças receberão mais duas – uma aos doze meses e outra com 15 meses de vida. Entre uma dose e outra da vacina é sempre necessário o intervalo de um mês. A vacina estará disponível para este grupo a partir desta quinta-feira (22). O esquema vacinal anterior previa a imunização a partir dos 12 meses.

De acordo com o ministério, a inclusão deste grupo para vacinação se deu porque se trata de uma população vulnerável e com riscos de complicações sérias por conta doença, como otites, infecções respiratórias e doenças neurológicas. Em casos mais graves podem provocar a redução da capacidade mental, surdez, cegueira e retardo do crescimento.

No Paraná, dois casos da doença foram confirmados e estão sendo monitorados pela secretaria. Um deles é de uma moradora de Campina Grande do Sul e o segundo, de um homem de 54 anos, foi confirmado na terça-feira (20) em Curitiba. Ambos passaram por São Paulo.

VACINAÇÃO - A vacina contra o sarampo é gratuita e faz parte do Calendário Nacional de Vacinação. Agora, a dose zero deve ser aplicada em crianças entre seis e onze meses. A dose número 1 aos 12 meses de vida com a vacina tríplice viral (que previne sarampo, caxumba e rubéola), e a dose 2 aos 15 meses com a vacina tetra viral (que previne sarampo, rubéola, caxumba e varicela/catapora).

A vacinação em Iguaraçu é unica e exclusivamente na UBS 24 horas, de Segunda à Sexta-feira das 13:00 às 16:00 horas.

A população com até 29 anos deve receber duas doses da vacina. Para as que estão no grupo com idade entre 30 e 49 anos basta ter o registro de uma dose para serem consideradas vacinadas. Acima dos 50 anos, a vacina é indicada apenas nos casos de bloqueio vacinal, após a exposição a casos de suspeita da doença ou confirmados.

Pessoas imunodeprimidas, mulheres grávidas e menores de seis meses de idade não devem tomar a vacina. Profissionais da área da saúde devem ser imunizados, independente da idade.

 Galeria de Fotos

 Outras Notícias

Horário de Atendimento: Segunda à Sexta-feira: das 8h30min às 11h30min e das 13h00min às 17h00min

Telefones: (44) 3248-1222 / (44) 3248-1116 / (44) 3248-1112 / (44) 3248-1519

Rua Otávio Pedro da Silva, 294